Metamorfose em cordel (A) MO9082

Metamorfose em cordel (A)

Ref.: MO9082 Compra Segura

Ao trazer para o universo do cordel a novela fantástica de Franz Kafka, A
metamorfose, o poeta João Gomes de Sá fez uma releitura muito particular,
com espaço para o devaneio e o sonho.

Quero seguir os meus passos,
Sem rédeas e sem porteiras,
Pois só se vive uma vez
E de diversas maneiras,
Mas, apesar da emoção,
Em briga com a razão
Eu quero cruzar fronteiras.

A história do caixeiro-viajante que, um dia, acorda memorfoseado num
monstruoso inseto, tem gerado inúmeras interpretações e permanece como
uma das mais inquietantes criações literárias do nosso tempo.

R$ 36,90

Escolha uma opção

Produto indisponível
Autor: Franz KafkaAno de Edição: 2014Nº de paginas: 40
Tradutor: -Ano: 2014Peso: 0,182
Adaptação: João Gomes de SáISBN: 978-85-7492-388-8Comprimento: 23
Ilustrador: Severino RamosEdição: 1ºAltura: 16
Idioma: Português Coleção: Clássicos em cordelEspessura/Lombada: 0,3
Apresentação: Rogério SoaresVolume: 13Encadernação: Brochura


Biografia do Autor
:

Franz Kafka nasceu em Praga, capital da Boêmia, então pertencente ao Império Austro-Húngaro (hoje República Checa), a 3 de julho de 1883. Filho de um comerciante judeu, Kafka, para satisfazer ao pai, com quem tinha uma relação conflituosa, cursou direito. Como escritor, integrou a chamada Escola de Praga, movimento vanguardista que desprezava os preceitos clássicos e investia na ironia. Publicou o primeiro livro, Considerações, em 1913, com pouquíssima repercussão. Em 1914, ano em que se inicia a Primeira Guerra Mundial, foi vítima de grave crise emocional. No ano seguinte, publicaria sua obra mais célebre, A metamorfose, escrita em 1912. A temática do indivíduo asfixiado pela sociedade moderna, em meio a um labirinto burocrático e sem chance de redenção, foi explorada em outras obras, notadamente nos romances O castelo e O processo, publicados postumamente em alemão. Em 1922, pediu ao amigo e guardião de seu espólio Max Brod que destruísse suas cartas e manuscritos, mas este se recusou a fazê-lo. Kafka morreu no dia 3 de junho de 1924, em um sanatório próximo de Klosterneuburg, nas imediações de Viena, capital da Áustria, vítima de insuficiência cardíaca, agravada por uma tuberculose.


João Gomes de Sá nasceu em Água Branca, no sertão alagoano, no dia 9 de maio de 1954, e mora em São Paulo. Em 1977, trabalhou no Museu de Antropologia e Folclore Dr. Théo Brandão, quando conheceu as manifestações de cultura espontânea de seu povo. É por isso que, volta e meia, o que escreve revela influência do folclore da região Nordeste. João Gomes, além de poeta, é dramaturgo e xilógrafo. Além das atividades como professor de Português, dá orientações técnicas sobre o folclore e ministra oficinas sobre cordel. Utilizando elementos da cultura popular escreveu O auto do Boi Encantado, Canto guerreiro, Meu bem-querer e os cordéis A briga de Zé Valente com a Leide Catapora, O Cordel: sua história, seus valores (com Marco Haurélio), Alice no País das Maravilhas em cordel e A luta de um cavaleiro contra o Bruxo Feiticeiro. Para a coleção Clássicos em Cordel (Nova Alexandria), adaptou também O Corcunda de Notre-Dame, de Victor Hugo.

Literatura brasileira

Cordel

Poesia

Brochura

LIteratura InfantoJuvenil

Clássicos

Aproveite Também