Doutrina das cores NO729996

Doutrina das cores

Ref.: NO729996 Compra Segura

A filosofia do século XVII, nas suas versões racionalista e empirista, com o corte que fazem entre qualidades primárias e secundárias, não podia ver as cores como problema do pensamento. A natureza pouco misteriosa das cores era perfeitamente analisável no campo da Física ou da Óptica. Já no século
XVIII, com Hume, as cores parecem constituir-se numa bizarra exceção às leis associativas que constroem o mundo da experiência. E, em nosso século, Witt genstein chegará à ideia (incompreensível do ponto de vista clássico) de uma lógica das cores.
Nessa história da concepção das cores, a Doutrina de Goethe, (a que o leitor brasileiro tem agora acesso na tradução de Marco Giannotti) ocupa um lugar crucial. Pertencendo ao gênero peculiar da Naturphilosophie (que seria privilegiado pelo Romantismo Alemão), a Doutrina das Cores contrapõe-se a uma perspectiva estritamente físico-matemática, sugerindo que a óptica de Newton é cega para as cores. Goethe pretende fazer obra científica, mas sobretudo, redescobre a cor como fenômeno da experiência vivida – essa experiência cuja “verdade” só emerge de maneira pura com a pintura. Não se trata mais de uma física da luz e não se trata ainda de uma lógica das cores. Talvez pudéssemos dizer – com o risco de algum anacronismo – que, com este grande clássico da literatura e da filosofia, se esboça, pela primeira vez de forma sistemática, uma fenomenologia do visível.

R$ 54,90

Escolha uma opção

Produto indisponível
Autor: Johann Wolfgang von GoetheAno de Edição: 2013Nº de paginas: 212
Tradutor:  Marco GionnottiAno: 1995Peso: 0,267kg
Adaptação: - ISBN: 978-85-7492-372-7Comprimento: 14cm
Ilustrador: - Edição: 4ºAltura: 21cm
Idioma: Português brasileiroColeção: - Espessura/Lombada: 0,7cm
Editor: Nelson Alves dos ReisVolume: - Encadernação: brochura


Biografia do Autor:
Johann Wolfgang Von Goethe nasceu em 28 de agosto de 1749 em Frankfurt, na Alemanha, e faleceu em março de 1832, aos 82 anos, em Weimar. Filho mais velho de um bem sucedido advogado e de uma aristocrata de Frankfurt, teve uma infância confortável e recursos para uma juventude boêmia. Inicialmente seus estudos foram ministrados por seu pai, sendo continuados mais tarde por professores particulares. Aos 16 anos, ingressa na Universidade de Leipzig onde se forma em Direito. Durante este período também estuda desenho e desenvolve interesse pela pintura, além de se encantar pela vida noturna da cidade. Em 1810, após ser aclamado nos meios intelectuais como poeta e dramaturgo, decide fazer sua primeira incursão à ciência e publica Doutrina das cores, um estudo que confrontava as ideias defendidas por Isaac Newton a respeito da teoria cromática. Após sua viagem à Itália em 1791, Goethe inicia seus experimentos com prismas e lentes, e se convence de que a luz é algo indivisível e impossível de ser composta por outras cores.

Brochura

Aproveite Também