Aldeia de Stiepântchikov e seus habitantes (A) MO9045

Aldeia de Stiepântchikov e seus habitantes (A)

Ref.: MO9045 Compra Segura

Considerado um dos livros mais cômicos e corrosivos de Dostoiévski, retrata a vida de uma propriedade rural da Rússia do século XIX, com seus personagens curiosos atormentados por pequenos dramas. Uma investigação assombrosa da alma humana. Ambientado numa propriedade rural do interior da Rússia, o romance narra as intrigas e desencontros que se dão na convivência de uma família cercada por estranhos agregados e parasitas. No centro dos acontecimentos está Fomá Fomitch – com um passado de bufão da corte, mas com a pretensão de ser reconhecido como um grande pensador. Com referências evidentes a outro grande escritor russo, Nikolai Gógol, Dostoiévski cria neste livro a sua galeria de personagens e situações estranhos e paradoxais, para exercer com humor e sarcasmo sua crítica à sociedade e à moral de seu tempo.

R$ 49,90

Escolha uma opção

Produto indisponível
Autor: Fiódor DostoiévskiAno de Edição: 2045Nº de paginas: 240
Tradutor: Klara GourianovaAno: 2001Peso: 0,311
Adaptação: - ISBN: 978-85-7492-216-4Comprimento: 14 
Ilustrador: - Edição: 4ºAltura: 21
Idioma: PortuguêsColeção: - Espessura/Lombada: 0,5
Editor: Nelson dos ReisVolume: - Encadernação: Brochura



Biografia do Autor: Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski (Moscou/Moscovo, 30 de outubro de 1821 - São Petersburgo, 28 de janeiro de 1881) foi um escritor, filósofo e jornalista do Império Russo. É considerado um dos maiores romancistas e pensadores da história, bem como um dos maiores "psicólogos" que já existiram (na acepção mais ampla do termo, como investigadores da psiquê). Entre outros temas, a obra do autor explora o significado do sofrimento e da culpa, o livre-arbítrio, o cristianismo, o racionalismo, o niilismo, a pobreza, a violência, o assassinato, o altruísmo, além de analisar transtornos mentais, muitas vezes ligados à humilhação, ao isolamento, ao sadismo, ao masoquismo e ao suicídio. Pela retratação filosófica e psicológica profunda e atemporal dessas questões, seus escritos são comumente chamados de romances filosóficos e romances psicológicos.

Brochura

Romance

Literatura contempôranea

Clássicos

Aproveite Também