Astronomia Indígena (A) MO9029

Astronomia Indígena (A)

Ref.: MO9029 Compra Segura

Eram os índios astrônomos? Gravuras rupestres, pilares e itacoatiaras ajudam a recompor parte da história dos mais antigos habitantes do Brasil. Movidos pela curiosidade e pela necessidade, esses povos deixaram marcas visíveis de suas crenças em monumentos como a impressionante Itacoatiara do Ingá, na Paraíba. Estes monumentos assinalavam os pontos cardeais e apontavam para as posições do nascente e do poente de astros como o Sol, a Lua e estrelas brilhantes de fácil localização, servindo à elaboração dos primeiros calendários, bem como à orientação em terra ou no mar. O homem que desconhecesse a periodicidade das estações, das chuvas, das secas, das cheias e das geadas, sujeitava-se a perder suas colheitas e ver sua comunidade ameaçada pela fome. Daí vem a astronomia dos antigos – ou arqueoastronomia. A astronomia indígena é um livro que reúne anotações de mais de quatro décadas dedicadas ao estudo dos costumes e tradições dos índios do Brasil e à busca da história raras vezes contada. Escrito por Luiz Galdino, este livro mescla o talento do pesquisador à criatividade do escritor, detentor de muitos prêmios literários.

R$ 46,90

Escolha uma opção

Produto indisponível
Autor: Luiz GaldinoAno de Edição: 2011Nº de paginas: 96
Tradutor: -Ano: 2011Peso: 0,274
Adaptação: - ISBN: 978-85-7492-278-2Comprimento: 16
Ilustrador: Acervo Luiz GaldinoEdição: 1ªAltura: 23
Idioma: Português brasileiroColeção: - Espessura/Lombada: 0,4
Editor: Marco HaurélioVolume: - Encadernação: Brochura


Biografia do Autor: Luiz Galdino é paulista de Caçapava, Vale do Paraíba. A formação em Artes levou-o a pesquisar a Arte Rupestre pré-histórica no Brasil, na década de 1970, quando viajou todo o país desde o Rio Grande do Sul à Amazônia. O resultado desta iniciação pode ser aquilatado na sua instigante obra Itacoatiaras: uma Préhistória da Arte no Brasil, publicado pela Editora Rios, em 1988. O livro citado marcaria de forma indelével seu encontro com a Pré-história brasileira, que ele pesquisa há 40 anos. E, no ano de 2002, publicaria “Peabiru: os Incas no Brasil”, um ensaio sobre caminhos indígenas que uniam o Atlântico ao Pacífico, num período que antecede de mais de um milênio o descobrimento oficial do Continente. A obra em questão recebeu o Prêmio Clio, da Academia Paulistana de História, em 2004.

Literatura brasileira

Brochura

Poesia

Aproveite Também